Notícias

Conheça a iniciativa que conecta pessoas e ideias através de eventos e aproximação com instituições em todo País

O que começou como uma iniciativa dentro de Florianópolis, agora ganha todo o Brasil através de uma rede dos chamados Propulsores da Inovação. O Encontro Dazideia é inspirado em eventos vivenciados pelos idealizadores, Camila Ferreira e Giovanni Santoro, no Vale do Silício, considerado o principal ecossistema de inovação no mundo.

O Encontro consiste em reunir pessoas e ideias. Aos pitchers, aqueles que apresentam seus negócios nos eventos, proporciona uma oportunidade para validar a iniciativa, divulgar e escutar perguntas que nem sempre são feitas. Além de se conectar com possíveis sócios, parceiros, clientes ou investidores e receber prêmios que vão apoiar a jornada empreendedora.

Um dos negócios que se beneficiou dessa conexão foi o Sumá, que encontrou no evento Dazideia o atual CTO (Chief Technology Officer), ou Diretor-Chefe de Tecnologia, da empresa. A solução online, que conecta agricultores familiares e compradores de alimentos, está hoje no ranking das 100 Startups to Watch, que aponta as empresas mais atrativas para investidores, aceleradoras e programas de corporate venture. “Somos muito gratos ao Dazideia por manter o ecossistema de inovação super ativo em vários lugares, mostrando que existe muita inovação, tecnologia e impacto social nas nossas comunidades.” afirma Daiana Leripio, cofundadora do Sumá.

Outra iniciativa que se beneficiou ao apresentar-se em um evento Dazideia foi a GeekHunter, plataforma que testa e seleciona os melhores desenvolvedores de software do mercado e os conecta com empresas de tecnologia, apoiando o processo de contratação. “Tive a oportunidade de compartilhar um pouco mais sobre a GeekHunter com um dos fundadores da empresa e isso acelerou bastante nosso processo em termos de fechamento de contrato.” afirma Tomás Ferrari, fundador da startup que já recebeu aporte de investidores da rede Anjos do Brasil. Fruto do seu pitch no evento, a startup acabou fechando negócio com a empresa que vinha prospectando, considerada grande player da região.

Já para os chamados Entusiastas, que vão aos eventos para assistir e dar feedbacks, acaba sendo um momento de inspiração. Muitos vão à procura de parceiros, startups para investir, mas também há aqueles que querem conhecer coisas novas, sair da sua caixa e se conectar. São diversos depoimentos que corroboram a experiência de participar dos eventos.

O sucesso do Encontro fez com que outras pessoas quisessem levar o evento para suas cidades. Foi quando surgiu o Dazideia como modelo de negócio, no início de 2017. A iniciativa cresce por meio de Propulsores, que são empreendedores de todo o Brasil interessados em abraçar a causa, posicionando-se como protagonistas e líderes regionais desse universo. Hoje os eventos são realizados em 19 cidades de norte a sul do país, com uma agenda recorrente. “Nós fomos os primeiros. Mas queremos ser muitos. Queremos crescer a rede de propulsores internacionalmente, fomentando conexões e ideias que saiam da cabeça das pessoas e ganhem voz.” comenta a cofundadora Camila Ferreira. Os eventos já aconteceram em Fortaleza, Blumenau, Manaus, entre outras cidades.

Os resultados do primeiro ano

Só em 2017, foram mais de 40 Encontros em quase todas as regiões do Brasil, com apresentação de mais de 200 pitches de negócios dos mais variados. As fases deles variam de ideação (28,5%), validação (16,6%), desenvolvimento (29%), operação (21,8%) e até mesmo escala (com 4,1%). “Nós contamos com muitos negócios em fases iniciais, pois queremos ajudar as pessoas a encarar o medo de empreender ideias. Queremos que se coloquem em movimento ao fazer seus pitches, e, com nossa força propulsora, transformem suas ideias em ação!” afirma o cofundador Giovanni Santoro.

As iniciativas que passaram pelos Encontros Dazideia no ano passado são de áreas bem variadas, com destaque para educação, que são 9,5% dos projetos, saúde com quase 8%, turismo e eventos, com 6,5%, entre outros segmentos, como cidades inteligentes, finanças, sustentabilidade, construção, alimentos, entre outros.

O perfil dos empreendedores, em sua grande maioria, são do sexo masculino (78%), o que remete ao fato de o mercado de tecnologia e inovação ainda ser dominado por essa característica. Além disso, os pitchers são bem jovens, grande parte entre 25 e 30 anos.

Próximos passos

Para 2018, a dupla de fundadores pretende consolidar a iniciativa como uma grande comunidade propulsora de inovaçãono país. Com isso, lançou recentemente o novo modelo que pretende aproximar os negócios inovadores apresentados nos eventos (hoje somam mais de 450) com instituições que buscam impulsioná-las, como aceleradoras, incubadoras, fundos de investimento e programas. Já são 23 instituições que estão de olho nas iniciativas que passam pelos Encontros, conectadas através do chamado Match Dazideia, dentre elas a tegUP Ventures, que patrocina as conexões, e também outras instituições.

Para saber as próximas datas do Encontros Dazideia Acesse a Agenda de Eventos do Startupi.


Notícia original

By | 2018-08-22T08:35:55+00:00 agosto 21st, 2018|Notícias|0 Comentários

Sobre o Autor:

Mais tradicional portal de mídia brasileiro sobre o mercado de Startups, Inovação, Investimentos, Empreendedorismo e Tecnologia. Desde 2008 vem colaborando para a construção do ecossistema brasileiro de Startups, informando e educando todo o mercado.

Deixar Um Comentário

logo

Fique atualizado sobre as
novidades do Dazideia!